27 nov 2018

Resenha – Aos Dezessete Anos.

Aos Dezessete Anos é um livro incrível que me fez ver a vida, as pessoas, objetos e momentos com outros olhos. Primeiro vou trazer algumas informações técnicas para vocês:

Nome Original: In Search of Us.
Autora: Ava Dellaira.
Editora: Seguinte.
Páginas: 445.
⭐⭐⭐⭐⭐

Eu podia dizer que não sei explicar como, mas eu sei sim, ele despertou uma Isadora que eu não lembrava que existia, a Ava tem o dom de nos passar a essência de cada personagem e OMG são personagens maravilhosos!

Eu que não conhecia a escritora (que vergonha admitir isso) fiquei realmente maravilhada com o poder dela de fazer com que a gente sinta felicidade e tristeza no mesmo trecho do livro, nos faça rir e chorar com apenas algumas frases de diferença.

Fazemos uma viagem incrível pelos anos 90 com Marilyn , James e Justin, que com certeza na minha opinião são os melhores personagens do livro, são personagens profundos e gentis, você sente que os 3 são pessoas realmente boas do coração.

Quando conhecemos Marilyn ela é uma jovem de 17 anos que vive no automático pensando apenas em um futuro para se livrar da situação que vive e mesmo ela tendo esses problemas ela é uma pessoa incrível de se conhecer, me identifiquei muito com a personagem com certeza.

James e Justin entram na vida de Marilyn para ela perceber que por mais que o ‘agora’ possa ser ruim e que todos ali precisem lutar para melhorar suas vidas , eles descobrem juntos que por outro lado também podem aproveitar o agora.

Encontrei no meio de minhas anotações a seguinte frase:

“Entrar no mundo de Marilyn e Angela está sendo maravilhoso.”

Essa frase é a descrição do que eu senti lendo esse livro, porque você se desespera quando percebe como Marilyn era e como ela está, como uma pessoa incrível pode mudar por causa de acontecimentos da vida e mesmo assim sem deixar de ser uma pessoa incrível.

Teve um momento no livro, aonde Angie (filha de Marilyn) descobre uma mentira da mãe, que me fez por algumas páginas não entender o porquê da mentira mas depois quando ela explica suas razões eu chorei junto com ela.

“Acho que é uma boa ideia ficar em bons termos com a pessoa que costumávamos ser, quer a consideremos boa companhia ou não. Caso contrário, ela aparece sem avisar e nos pega de surpresa, batendo na porta da mente ás quatro da manhã de uma noite ruim exigindo saber quem a abandonou, quem a traiu e quem vai ressarci-la.”

Um outro momento muito emocionante do livro também é quando James conta para Marilyn sobre sua mãe e a certeza que a gente sente de que a mãe dele era realmente uma pessoa incrível, batalhadora e de bom coração.

“O curioso na beleza, é que de modo algum nega a existência de sofrimento,injustiça,dor. Ela se mantém firme por direito próprio, como sua própria verdade.”

A relação de Marilyn com a fotografia é tão intensa que despertou em mim essa vontade de fotografar, me lembrou o porquê da escolha da minha faculdade e despertou dentro de mim algo que estava adormecido.

“Sempre penso que fotografar é como agarrar uma imagem das mãos do tempo, antes que seja perdida. Uma foto pode ser guardada, compartilhada,presenteada. Pode se renovar aos olhos de cada um que a vê.”

Dois assuntos tratados com uma intensidade grande no livro é com certeza o preconceito e a morte, como uma menina negra eu graças a Deus nunca passei por uma situação de racismo, pelo menos não que eu tenha percebido e ver isso no livro de maneira tão chocante me faz pensar em como é realmente lidar com isso diariamente.

A morte, com certeza todos nós já passamos por essa dor e aqui eu deixo um trecho muito emocionante do livro:

“Mas acredito que as pessoas que perdemos de alguma forma fazem parte de tudo: do ar, do céu, do caminho até as estrelas.”

Quando acabei o livro tive a certeza do porque eu me identifiquei tanto com Marilyn, pois eu estou na mesma jornada que ela, de me encontrar e quando eu achei Marilyn eu finalmente me achei.

Neste livro só encontrei personagens maravilhosos (tirando Woody e Sylvie) e inspiradores e com certeza livros assim mudam a gente de uma maneira extraordinária.

10 Comentários

  • muito bom, caprichosa, gostei.

  • Essa capa é LINDA <3 Eu não sabia que essa história se passava nos anos 90, isso foi o suficiente para despertar completamente o meu interesse. E você falou tantos dos personagens que fiquei com muita vontade de conhecê-los. Adorei a resenha, com certeza pretendo ler esse livro em algum momento. Bjs

    • Muuuito obrigada por ter gostado da resenha de coração mesmo!

      E sim a maioria da história se passa nos anos 90 , eu também sou APAIXONADA pelos anos 90, e a ambientação da história sabe? Eu não gosto muito de calor, mas me fez brilhar os olhos e querer viver tudo o que Marilyn vive! Quando ler me chama para conversamos sobre!!!

      Beijinhos <3

  • Oi Isa.
    Adorei a resenha. Ainda não conhecia essa obra, mas gosto de mais dessas temáticas que são voltada ao mais sentimentalismo da coisa. A relação com a fotografia e os temas envolvidos me deixam com muita vontade de ler a obra. Realmente adorei.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    • Ai eu também amo obras assim, embora as vezes não entenda algumas atitudes de alguns personagens no final tudo se encaixa sabe? Eu sou apaixonada por fotografia e essa obra me fez lembrar muito do que realmente gosto e pelo o que estou lutando sabe?
      Fico muito feliz que você tenha gostado, se um dia resolver ler, me chame para conversarmos sobre! *-*

  • Oi,tudo bem?

    Já tinha lido um livro da Ava Dellaira e fiquei maravilhada com a escrita dela, além de delicada e extremamente tocante nos faz pensar melhor. Este livro não conhecia mais pelos pontos ressaltados é uma ótima indicação e com toda certeza irei procurar ele via Amazon. A capa está linda e a proposta cativante.

    • Oii, tudo sim e com você?

      Sério que já leu Ava? Qual você leu? Eu por enquanto só li esse mas quero ler mais obras dela, a escrita dela é realmente de nos deixar maravilhadxs!
      Sim esse livro é incrível, mexeu comigo , me colocou para pensar sobre minhas propostas de vida sabe? Eu também fiquei apaixonada pela capa! Quando ler me chame e conversaremos mais sobre! *-*

  • Olá!
    Adorei sua resenha!
    Eu também devo me envergonhar porque não conhecia a autora (até ler seu post)? kk
    Parece ser uma ótima leitura, desconhecia meesmo, mas já vou colocar na lista porque amei a premissa.

    Beijos!

    • Oii,

      kkkk tudo bem eu também não a conhecia! O importante é que agora conhecemos hihihihi
      É uma leitura incrível, a ambientação os personagens sabe? A relação com a fotografia que eu amo demais! A escrita da autora, eu sei que a Ava escreveu outros livros que todos dizem ser maravilhosos, mas ainda não os procurei em breve quero ler mais coisas dela! E quando você ler o livro, vamos conversar sobre ele! *—*

      Beijinhos <3